Imprensa

23 jan 2017
Número de segurados em planos de saúde médica cai 2,8% em dezembro

Número de segurados em planos de saúde médica cai 2,8% em dezembro

Jornal O Globo, 22/01/2017

RIO – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) disponibilizou nesta segunda-feira o número de beneficiários de planos de saúde registrados em dezembro de 2016. No mês, o setor contabilizou 47,89 milhões beneficiários em planos médico-hospitalares, e 22,03 milhões em planos odontológicos.

 

(…)

— Em dezembro de 2015, o país contava com 49.265.921 usuários de planos de saúde e, ao fim de 2016, esse número caiu para 47.898.787, o que representa uma queda de mais de um milhão e trezentos mil beneficiários – reforça o advogado Rodrigo Araújo, especialista em Direito à Saúde, para quem a principal causa dessa diminuição é a crise econômica do país, que motivou um grande número de demissões:

— Junto com o emprego, o trabalhador também perdeu os benefícios, entre eles o plano de saúde. Vale lembrar que aproximadamente 67% do mercado de saúde suplementar é composto por contratos empresariais, que são aqueles oferecidos pelas empresas para seus sócios e empregados. Além disso, os altos índices de reajustes dos planos de saúde também contribuíram para esse resultado.

 

Araújo lembra que, para recuperar a perda de faturamento, as operadoras aplicaram reajustes muito elevados e, para manter o serviço, o beneficiário precisa comprometer uma parcela maior de seu rendimento, o que tem tornado o produto inviável para muitos consumidores. Outro problema importante é a falta de opções de contratação de produtos do seguimento individual, que são aqueles oferecidos diretamente para pessoas físicas.

— Uma pessoa idosa, que não seja sócia ou empregada de uma empresa que ofereça plano de saúde e nem esteja vinculada a um sindicado ou associação que disponibilize o serviço, somente consegue contratar planos de saúde do tipo individual e este produto não é mais comercializado pelas grandes operadoras de saúde no país. Portanto, mesmo que esse idoso tenha renda para pagar o plano de saúde, ele não consegue contratar o serviço — completa o especialista.

Leia a matéria completa em: http://oglobo.globo.com/economia/numero-de-segurados-em-planos-de-saude-medica-cai-28-em-dezembro-20814937#ixzz4Wt4Xt8LZ

2017-01-26-o-globo-01