Imprensa

29 jul 2009
Gripe A: preços dos planos de saúde poderão subir

Gripe A: preços dos planos de saúde poderão subir

Rádio Band News FM – 29/07/2009

Os preços dos planos de saúde poderão subir diante do aumento dos atendimentos nos hospitais por causa da gripe A. A Agência Nacional de Saúde Suplementar não se arrisca a estimar um índice, mas admite a alta, em especial nos contratos coletivos, como os empresariais. As empresas do setor argumentam que, em hospitais de São Paulo e do Rio de Janeiro, a demanda aumentou até 50% nas últimas semanas. As planilhas que elas vão mostrar à ANS para pleitear o reajuste mais expressivo vão detalhar as despesas resultantes da realização de mais exames e internações, que chegam a custar R$ 12 mil por dia. O advogado especializado em planos de saúde Julius César Conforti, afirma que os reajustes poderão ser feitos ainda este ano. A ANS ressalta, no entanto, tenta tranqüilizar o consumidor. Segundo a agência, a epidemia de dengue do último ano e a crise econômica mundial geraram expectativa semelhante de aumento além do normal, mas ela não se confirmou. O presidente da Associação Brasileira de Medicina de Grupo, Arlindo de Almeida, também não acredita num reajuste muito alto em 2010. Ainda assim, o advogado Julius César Conforti sugere que o consumidor fique atento. Este ano, a ANS autorizou um reajuste de 6,76% para os planos de saúde individuais. O índice foi o maior desde 2006 e motivado pela inclusão, em 2008, de uma nova lista de exames e atendimentos obrigatórios entre as obrigações das empresas.

  • Ouça Julius César Conforti

  • Ouça Arlindo de Almeida

Fonte: Rádio Bandnews